Gatilhos mentais: Descubra quais são e use-os

Gatilhos mentais: Descubra quais são e use-os

04/06/2022 Uncategorized 0
Gatilhos mentais

Sabia que para você estar lendo esse texto, é porque utilizei  gatilhos mentais que de alguma forma trouxeram você até aqui?

A verdade é que gatilhos mentais é algo que muitas vezes passa batido por nossos olhos, porém, a nossa mente não deixa passar nenhuma informação.

Por isso que gatilhos mentais são tão importantes e você não pode deixar de usar na hora de vendar. Afinal, é uma ferramenta poderosíssima para ter ao seu lado.

Apesar de serem usados com frequência no mercado de vendas, muitas pessoas não sabem ao certo o que são os gatilhos mentais.

Por isso, agora vamos falar sobre isso!

Gatilhos mentais, o que é?

Toda tomada de decisão acontece a partir de um estímulo que nosso cérebro recebe, como você leu anteriormente, esses estímulos nem sempre são perceptíveis, porém, acabam tendo forte influência no momento da tomada de decisão do indivíduo.

E para você entender melhor essa questão, vou exemplificar da seguinte maneira:

Sabe quando você está em dúvida se faz ou não aquele cursinho online? Pois bem, ao entrar na página de compra, você se depara com a informação que os 10 primeiros compradores ganharão 50% de desconto na matrícula…

E claro que você não vai perder essa oportunidade, não é mesmo?

Meus parabéns, a sua tomada de decisão acabou de ser influenciada pelo gatilho mental de escassez…

Viu só como o gatilho mental é poderoso, muito provavelmente, se essa condição de desconto para os 10 primeiros compradores não existe, você não teria decidido por se matricular naquele momento e deixaria para depois.

É exatamente por isso que os gatilhos mentais parecem mágica e você não pode deixar de usá-los na hora de vender.

E se mesmo depois dessa explicação, você ainda está com dúvida da eficácia dos gatilhos mentais, não tem problema.

Agora você vai ver…

Como os gatilhos mentais funcionam em vendas?

O comportamento do consumidor é apenas um dos vários aspectos que o mercado de vendas estuda. 

As empresas necessitam entender o que influencia as pessoas a adquirirem determinado produto ou serviço e como esse processo acontece.

Afinal, se não souber responder esses dois pontos, provavelmente você não terá sucesso no seu negócio.

E é nessa hora que os gatilhos mentais entram em campo. 

Os vendedores utilizam aqueles que são mais comuns dentro da sociedade e acaba persuadindo o cliente a adquirir aquele produto mesmo que essa não fosse a primeira opção dele.

Vale lembrar que persuadir e enganar o cliente são duas coisas totalmente diferentes. 

Por isso, é muito importante que ao utilizar os gatilhos mentais, o seu negócio não ultrapasse o limite da ética e da responsabilidade.

Os gatilhos mentais são famosos porque proporcionam uma jornada de compra positiva ao cliente, logo, é importante que venhamos preservar esse aspecto.

Independente de qualquer coisa, antes de vender o produto ou serviço em si, o mais importante é o cliente ter uma experiência positiva em sua jornada de compra.

10 gatilhos mentais para você usar na hora de vender

1. Escassez

Perceber que um produto ou serviço está se esgotando, é uma ótima chance para que o consumidor não queira perder a oportunidade e acabe adquirindo.

Quer ver só como funciona na prática?

Logo quando os jornais noticiaram a pandemia do coronavírus, os mercados começaram a ficar com falta de produtos básicos como o papel higiênico.

Então, não importava quanto estava custando, se alguém encontrasse um mercado que ainda tinha disponível, o indivíduo comprava por “medo” de ficar sem.

2. Urgência

O gatilho mental é muito semelhante ao gatilho de escassez, porém, com apenas uma diferença…

Prazo de validade…

Neste caso, uma oferta em questão ficará disponível por um período de tempo apenas.

Podemos ver o gatilho de urgência normalmente envolvido em descontos ou até mesmo promoções.

3. Exclusividade

Me responde uma coisa… Você gosta de se sentir exclusivo?

Para falar a verdade todo mundo gosta, né? E o gatilho mental de exclusividade é muito utilizado, ainda mais quando envolve produtos.

Quer ver só um exemplo?

A pré-venda de produtos é uma ótima situação para exemplificar o gatilho de exclusividade, afinal, você irá adquirir um produto antes do mesmo estar disponível para todas as pessoas.

4. Curiosidade

O gatilho mental de curiosidade com certeza é o que mais vemos por aí mas não nos damos conta.

O objetivo é literalmente instigar a curiosidade do consumidor, fazer com que através do sentimento de “pulga atrás da orelha”, ele venha procurar saber mais sobre o produto ou serviço

5. Antecipação

Assim como o gatilho mental de curiosidade, o gatilho mental de antecipação instiga a pessoa a querer saber o que virá depois, porém, com uma só diferença.

No gatilho mental de antecipação, a marca ou empresa passa a trabalhar também com as expectativas das pessoas e através disso, criam um cenário em que o consumidor quer participar.

6. Prova Social

O gatilho mental de prova social é um dos que possui maior relevância, afinal, sempre estamos buscando pela aprovação de outras pessoas quando o assunto é adquirir produtos ou serviços, não é mesmo?

Na vida real, quando a marca ou empresa expõe que x pessoas experimentaram aquele produto, esse índice acaba fortalecendo e influenciando outras pessoas a fazerem o mesmo.

Afinal, “se x pessoas experimentaram, eu também quero experimentar”.

7. Autoridade

Assim como o gatilho mental de prova social, o gatilho mental de autoridade fortalece a ideia de que aquele produto ou serviço realmente é confiável.

Entretanto, diferente do caso anterior, nesse caso, a credibilidade do produto ou serviço é dada através de uma figura pública que tenha relevância no meio comercial e social

8. Reciprocidade

O gatilho de reciprocidade é quando antes mesmo de adquirir um produto, o consumidor recebe um “presente” gratuito.

Aposto que você já acessou algum blog e por meio dele teve acesso a um e-book de forma gratuita.

Independente de você ter realizado a compra de um produto ou não, com certeza, a entrega do benefício feito pela marca aproximou vocês dois, assim, abrindo a possibilidade de um futuro contato.

9. Humanização

É verdade que muitas pessoas são individualistas, mas de alguns anos para cá, as pessoas têm se tornado mais empáticas umas com as outras.

Logo, explorar a imagem de pessoas ao invés de objetos é uma técnica muito promissora, afinal, as pessoas tendem a se identificarem uma com as outras.

10. Storytelling

Fala sério, quem não gosta de uma boa história não é mesmo?

E é exatamente por isso que o gatilho mental de storytelling, antes de apresentar o produto ou serviço, a marca ou empresa, conta uma história.

Essa história será capaz de cativar o indivíduo, prendendo sua atenção antes mesmo de apresentar o produto ou serviço, apenas com a narrativa.

Pregão de guerra te ajuda a usar gatilhos mentais na hora de vender

Agora que você descobriu 10 gatilhos mentais que você não pode deixar de usar na hora de vender, chegou o momento de virar a chave e correr por outros caminhos.

Se você não conhece o pregão de guerra, preciso te perguntar por onde você estava andando esse tempo todo?

Então, vou te apresentar! 

O pregão de guerra nada mais é do que um evento que vai te fazer alcançar um sonho que até então você pensava ser impossível: VOCÊ VAI VENDER 1 MÊS EM 1 DIA!

Todo vendedor com certeza já sonhou com isso, e o pregão de guerra criou vida para realizar o SEU SONHO!

Eu poderia listar inúmeros motivos para que você entre em contato conosco AGORA, mas, vou deixar que tire suas próprias conclusões.

Então, vou deixar aqui o nosso site onde você pode ver com seus próprios olhos os depoimentos de alguns clientes nossos que revolucionaram a forma de vender.

Depois disso, vou esperar entrar em contato conosco para nos conhecermos melhor e realizarmos sonhos.